Como conheci uma mulher infiel no bar da praia – testemunho

Como conheci uma mulher infiel no bar da praia

“Como conheci uma mulher infiel no bar da praia” é o testemunho do João um membro da nossa comunidade que resolveu partilhar connosco o seu testemunho de infidelidade (embora não tenha sido a dele).

De forma a proteger a identidade de todos os intervenientes, os nomes e localidades foram alteradas.

Conheça de seguida o testemunho do João, e se pretender, partilhe connosco o seu.

Como conheci uma mulher infiel no bar da praia

“Bom dia, o meu nome é João, tenho 28 anos e trabalho todos os verões num bar na praia da Fonte da Telha na Costa da Caparica.

Tal como qualquer pessoa que trabalha num bar de praia, sou uma pessoa simpática, divertida, sou bastante moreno e tenho uma aparência bastante interessante.

Assim sendo, é bastante simples para mim falar com mulheres. Por opção própria sou solteiro, mas isso não quer dizer que não tenha os meus romances ou escapadinhas de verão.

O testemunho que vos vou contar hoje, passou-se no ano passado, durante uma despedida de solteira que foi organizada no bar.

Nesse dia haviam imensas mulheres (o que é normal nestas ocasiões), todas elas bastante produzidas, contudo, uma delas chamou logo a minha atenção.

No entanto, quando ela veio ao bar pedir a primeira bebida reparei que era casada e optei por não me meter com ela, por respeito (e até porque ela tinha um ar bastante sério).

No entanto, ao final de 4 martinis e 2 gins, a Patrícia já estava mais descontraída e acabou por vir meter conversa comigo, a dizer-me que me tinha achado bastante interessante e que não se importava de dar umas voltinhas comigo.

Fiquei bastante surpreendido, uma vez que ao olhar para ela ninguém diria que era uma mulher infiel.

Disse-lhe que estava a trabalhar até às 2 da manhã e que até lá não poderia sair dali, mas se ela estivesse disponível após essa hora, que tinha todo o prazer em dar uma voltinha com ela na praia para “conversarmos” melhor.

Convencê-la a ficar até às duas horas não foi uma tarefa complicada, uma vez que todas as mulheres da despedida de solteira se estavam a divertir-se imenso, e ainda queriam ficar lá no bar umas boas horas.

Quando chegaram as duas da manhã, fiz um sinal à Patrícia a dizer que iria sair e para perceber se ela sempre queria ir dar uma voltinha.

Disse-me logo que sim, e que ia dar uma desculpa para poder sair dali e ir comigo.

Menos de 5 minutos depois, a Patrícia encontrou-se comigo na praia e mal me deu tempo para dizer o que quer que fosse.

Arrastou-me para uma zona mais escondida da praia e começou logo a beijar-me, passando depois para um dos melhores bicos que já alguém me fez.

Depois de estar completamente excitado, ela simplesmente levantou a saia, tirou a cuecas e meteu-o todo lá dentro. Jesus, nunca imaginei uma mulher gemer tanto e com tanto gosto.

Para quem não tinha ar de mulher infiel a Patrícia foi uma valente surpresa, e transformou uma noite normal de trabalho numa das melhores noites de sexo da minha vida.”

“Como conheci uma mulher infiel no bar da praia” foi o testemunho do João que nos mostrou que um simples dia no trabalho, pode ter uma reviravolta estonteante.

 

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *